Refeição pós treino: whey ou uma combinação de proteínas?

Não, este não é o melhor shake pós treino. Mas é o mais gostoso!

A reposição dos nutrientes apos o treino é uma parte extremamente fundamental na rotina diária de atletas e pessoas que desejam alcançar um físico olímpico. Neste momento abre-se a famosa “janela de oportunidade” (do inglês window of opportunity) que significa que o corpo está sedento por nutrientes e irá absorver rapidamente qualquer coisa que entrar pela boca. Por isso, tentamos oferecer nutrientes de alta qualidade neste momento, visando uma rápida e completa absorção desses.

Em musculação basicamente utilizamos a proteína whey em conjunto com algum carboidrato de alto I.G. (dextrose, maltodextrina e açúcar de mesa, por exemplo). Alguns utilizam também creatina, glutamina e bcaas nesta refeição, de forma a otimizar a absorção e o aproveitamento desses nutrientes.

Mas, o que é melhor? Ingerir uma dose generosa de whey, considerando ser esta a melhor proteína do planeta, ou ingerir um mix protéico?

Pesquisadores analisaram os efeitos de whey versus um mix contedo 50% de caseína, 25% de proteína isolada de soja e 25% de whey isolado. Os resultados mostram que o mix se saiu melhor, pois prolonga a oferta de aminoácidos no corpo. A whey seria a proteína de absorção mais rápida, a soja é a intermediária e a caseína completa o processo, deixando aminoácidos disponíveis por até 5 horas, devido à lenta digestão dessa proteína.

Mas…

A ciência é fundamental, mas ela deve sempre ser interpretada e adaptada à realidade de cada um. Nesse caso, a pesquisa mostra apenas os resultados dos dois shakes pós treino, desconsiderando as demais refeições.

Geralmente, após o tradicinal shake com whey após o treino, orientamos o indivíduo a fazer uma refeição sólida (com carne), cerca de 40 minutos a uma hora após o shake. Essa refeição fará o papel que a caseína fez na pesquisa, prolongando a oferta de nutrientes por mais algumas horas.

Conclusão: Se você tem condições de tomar um shake generoso de whey após o treino e depois de uma hora fazer uma refeição sólida, excelente. Se isso não for possível, acrescentar caseína no seu shake é uma boa opção para prolongar a oferta de proteínas nas horas que se seguem ao treino.

Fonte: medicalnewstoday

About these ads

Sobre Leandro Osti
Licenciado em Educação Física pela UEL Mestre em Gestão do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa (FMH/UTL) Atua nas áreas de consultoria de gestão e marketing para academias, treinamento de professores para academias, treinamento personalizado e blogueiro Contato: acido.latico@yahoo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 981 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: