Musculação e aeróbico: o que fazer primeiro? (parte 2)

Musculação e aeróbico. Qual deve ser a ordem dos exercícios para garantir o melhor efeito?

Apesar de ser um tema simples, ainda vemos muita gente com dificuldade em estabelecer uma lógica no ordenamento do treino.

Funciona assim: As fontes de energia usadas pelo nosso corpo são diferentes para cada intensidade de exercício. A musculação (exercício anaeróbico) utiliza fontes rápidas, capazes de suprir o corpo com energia imediata. A corrida (exercício aeróbico) utiliza o oxigênio na produção de energia, sendo esse um processo energético bem mais lento. É a intensidade do exercício que define a estratégia energética que o corpo vai usar.

Todo mundo sabe que o exercício aeróbico queima mais gordura, e que a musculação tonifica e modela mais o corpo. Mas, qual deve ser a ordem desses exercícios na rotina de treinamento? A configuração do treino depende sempre do que se quer alcançar, portanto vamos responder considerando os objetivos mais comuns.

  • Se a pessoa é atleta competitiva de corrida ou deseja ter uma ótima performance, certamente deve privilegiar o objetivo principal. Dessa forma, os treinos de musculação entrariam durante um período específico da periodização, porém como um dos componentes da preparação física e nunca visando o aumento de massa, pois o que um fundista menos se quer é ter mais peso pra carregar.

  • Vale a mesma regra para o atleta de bodybuilding, que poderá realizar alguns treinos aeróbicos (num período específico da periodização) afim de aumentar um pouco o VO2 MÁX. Esses atletas também utilizam esse tipo de treino no período que antecede as competições, auxiliando o corpo na perda de gordura visando a definição muscular.

  • E se você não vai competir em nada e treina só pra ficar bonito? Nesse caso devemos considerar as fontes energéticas. O corpo geralmente tem um reserva de energia rápida, que dura em torno de 20 e poucos minutos de treinamento em situações normais de alimentação (sem jejum ou overfeeding). Essa energia deve ser utilizada para treinar musculação antes do aeróbico. Assim, quando você for para a esteira seu corpo utilizará preferencialmente a gordura como fonte energética. Caso faça o contrário, os primeiros 20 e poucos minutos de esteira serão utilizados para acabar com aquele glicogênio que está prontamente disponível e só depois disso é que a fonte preferencial de energia passa a ser a gordura.

Aprofundando um pouco o assunto. Se a musculação for feita antes do aeróbico, certamente você terá um melhor desempenho nos pesos, e isso não prejudicará significativamente o exercício aeróbico. Porém, se correr antes de puxar ferro, o desempenho na musculação vai cair, fazendo os pesos parecerem bem mais pesados do que realmente são.

Aí algum espertinho diz: “Corro sempre durante 40 minutos antes da musculação e meu rendimento nos pesos não cai. Prefiro assim pois me sinto bem mais aquecido e acho que o treino corre melhor.”

Certamente é preciso respeitar os desejos e os gostos de cada um, mas.. Não é bem assim! A falta de percepção da queda do rendimento ocorre porque a pessoa treina muito leve, o que chamamos de “recreação com pesos”. Se não houver intensidade adequada na musculação é claro que não haverá sensação de fadiga antes do tempo e muito menos uma modificação corporal consistente e aparente.

“Mas se eu mantiver a mesma intensidade de treino tanto de musculação quanto aeróbico, fazer tanto um quanto o outro antes não terá diferença no número de calorias queimadas, certo?” Certo, entretanto como dito anteriormente, haverá mudança na fonte de energia. Se o treino for realizado com a mesma intensidade a pessoa queimará X calorias de qualquer uma das formas. Se a musculação for feita com intensidade adequada após a corrida, o corpo utilizará músculo como energia. E qual é o objetivo? Queimar banha ou músculo?

Sobre Leandro Osti
Licenciado em Educação Física pela UEL Mestre em Gestão do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa (FMH/UTL) Atua nas áreas de consultoria de gestão e marketing para academias, treinamento de professores para academias, treinamento personalizado e blogueiro Contato: acido.latico@yahoo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: