10 coisas que você deve saber ANTES de se matricular na academia

Eu mesmo gostaria de que alguém me tivesse dado alguns desses avisos. Certamente teria perdido menos tempo.

  1. Não existe o “melhor treino”: Seria bem prático casar com um sistema de treino e alguns exercícios, sem mudanças. Infelizmente isso não dá certo. As modificações corporais dependem de estímulos diferentes.
  2. Não doeu, não valeu: A dor do dia seguinte é um indicativo da intensidade do treino. Porém, treinar perna e mancar durante dias não é bom. Há um limite aceitável para a dor tardia, que é uma dor leve e que não atrapalha o cotidiano. Ficar todo arrebentado não vai te ajudar.
  3. Acompanhe os seus ganhos: Avalie seu corpo periodicamente. A fita métrica, a balanca e o compasso de dobras são seus aliados.
  4. Feel the PUMP: Não adianta só fazer força. Você tem que sentir o músculo-alvo sendo trabalhado. Aos poucos a consciência corporal vai se desenvolvendo. Não é só levantar pesos, temos que treinar pensando no que estamos fazendo.
  5. Olhe e veja: Se olhe no espelho sempre. Desenvolver a consciência crítica do próprio corpo é algo que leva tempo mas ajuda muito. As roupas também podem ser um aliado interessante, assim como comparar fotografias. Tire uma foto no início da sua vida fitness.
  6. Não se deixe encantar por suplementos: A indústria se aproveita da impaciência por resultados e promete milagres. Você não aguenta nem o aquecimento, então pra quê comprar 10 coisas diferentes pra tomar? No começo, gaste seu dinheiro com boa comida.
  7. Prefira alimentos naturais: Se você quer se parecer com uma lasanha, coma lasanha, congeladas de preferência. Evite alimentos processados.
  8. Beba água: Se você não tem esse costume, não vai muito longe. Sorry.
  9. Ganância: O corpo fala e temos que ouvir. Treinar lesionado, certamente vai agravar a lesão. Não é porque está doendo “só um pouco” que está tudo bem. Saber parar é importante e mostra maturidade. Se eu soubesse disso teria poupado muitos meses afastado dos treinos. Lembre-se que é melhor ficar de molho uma semana ou substituir alguns exercícios do que ficar sem treinar durante meses. PARE! Amanhã é um novo dia.
  10. Saber esperar: Alterações corporais demoram. Em uns mais, noutros menos, mas sempre demora. Adote o exercício como parte da sua vida e tenha paciência. Se você se dedicar, o resultado virá.

Sobre Leandro Osti
Licenciado em Educação Física pela UEL Mestre em Gestão do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa (FMH/UTL) Atua nas áreas de consultoria de gestão e marketing para academias, treinamento de professores para academias, treinamento personalizado e blogueiro Contato: acido.latico@yahoo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: