Os Juvenis e a Ciência

Finalmente após 3 semanas de complicações (mudança, sem net e depois sem note) o blog volta à sua programação normal.

Felizmente tenho recebido muitos elogios e muitas críticas nos comentários. Geralmente os elogios vem bem escritos e são consistentes com os artigos. As críticas quase sempre são escritas por pessoas semi-analfabetas e anônimas. Nesses casos o mais engraçado é notar que quase sempre as críticas são rebatidas no próprio artigo criticado, o que quer dizer que os semi-analfabetos nem terminaram de ler…

Fico muito feliz por isso, pois ninguém agrada a todos e eu sinceramente não me esforço para isso. A internet é abarrotada de sites e fóruns de discussão de musculação, que por sua vez estão contaminados por comuns juvenis. Esses não tem intimidade alguma com ciência e pesquisa, leram alguma coisa na net ou ouviram o amigo falar e fazem de qualquer informação que ache boa a sua verdade absoluta.

Uma das principais características dos juvenis é acharem que eles tem que ser convencidos do que estão lendo. Que engano..

Juvenis, ninguém aqui está querendo convencer ninguém de nada. A ciência demora muitos anos e dezenas de artigos para tentar formar algum conhecimento. Nenhum artigo deve ser desprezado e, sozinhos, poucos artigos realmente tem peso suficiente para direcionar toda uma linha de pesquisa. Mas, um juvenil que se preze, nunca leu um artigo completo de uma revista especializada (em inglês, claro), só ouviu falar e quer ser convencido kkkkk. Não compreendem a complexidade do corpo humano e tentam encaixar suas crenças a toda a humanidade.

Isso acontece muito não só com juvenis comuns, mas também com juvenis na iniciação científica. Acham que sabem tudo e conseguem explicar tudo a todos, fazem críticas e dão verdadeiras palestras intermináveis a qualquer desavisado que lhe pergunte alguma coisa. O bom é que com o passar dos anos essas pessoas amadurecem e começam a enxergar a ciência como ela realmente é, uma ferramenta ampla que auxilia os professores no seu trabalho.

Quanto mais a pessoa lê ciência, mais humilde fica, pois vê que quanto mais aprende, mais coisas ainda não sabe.

E mais. Pessoas que querem agradar todo mundo não tem personalidade. E aqui no Acido Lático tem personalidade sobrando.

Obrigado.

Sobre Leandro Osti
Licenciado em Educação Física pela UEL Mestre em Gestão do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa (FMH/UTL) Atua nas áreas de consultoria de gestão e marketing para academias, treinamento de professores para academias, treinamento personalizado e blogueiro Contato: acido.latico@yahoo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: