Posso tomar remédio para diminuir a dor do treino?

Após um treino no modo hard geralmente sentimos uma dor muscular, que pode ser maior ou menor, considerando a intensidade, variações e preparo da pessoa que realizou os exercícios. Essa dor, chamada popularmente de dor tardia é normal e desejável, pois é um bom indicativo de que o treino foi puxado. Porém, muita gente não suporta sentir qualquer tipo de dor e logo recorrem à farmácia. Dorflex, anti-inflamatórios (diclofenacos e etc.) Tylenol, Aspirina e mais um monte de drogas são utilizadas para amenizar o sofrimento muscular.

Tomar remédios contra a dor tardia atrapalha o desenvolvimento muscular?

Uma série de reações metabólicas são realizadas no nosso corpo para que o músculo se recupere e se desenvolva após um treino com pesos e esse tipo de medicamento interfere no processo. Estudos realizados em ratinhos identificaram uma perda de 50% da hipertrofia muscular em comparação ao treino sem remédios.

E em humanos?

Os estudos desse tipo realizados em humanos ainda não são conclusivos. A maioria deles não identificou perda de hipertrofia relacionada ao uso de drogas para amenizar a dor tardia. Um deles inclusive relata um aumento da síntese proteica com o uso de anti-inflamatórios. Porém, esses estudos devem ser analisados com alguma ressalvas:

Todos eles foram realizados em pessoas que não treinavam anteriormente. Todos sabemos que existem enormes diferenças no metabolismo de pessoas treinadas e não treinadas. O estudo que relatou ganhos foi feito em pessoas entre 60 e 85 anos e também sem experiência em musculação.

Estudos realizados em humanos e ratos relataram que esses medicamentos interferem na ação das células-satélite e das prostanoides, que são pontos chave na síntese de proteínas e recuperação muscular.

A ideia mais aceita é de que talvez o uso de analgésicos não interfira na hipertrofia se for de vez em quando (não se sabe qual seria um intervalo aceitável). O uso crônico desse tipo de remédio continua no banco dos réus quando o assunto é hipertrofia muscular, porém ainda é muito cedo para tirar conclusões.

De qualquer forma esse medicamentos (como todos) provocam efeitos colaterais que incluem problemas gástricos, renais e no fígado. O efeito analgésico dessas drogas também é questionado por vários estudos que não encontraram diferenças entre eles e o uso de placebo.

Considerando todas as dúvidas e inconclusões existentes (incluindo o provável efeito psicológico), será que compansa o risco?

fonte e referências: Tnation

 

Sobre Leandro Osti
Licenciado em Educação Física pela UEL Mestre em Gestão do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa (FMH/UTL) Atua nas áreas de consultoria de gestão e marketing para academias, treinamento de professores para academias, treinamento personalizado e blogueiro Contato: acido.latico@yahoo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: