Conheça Dr. Life e seu físico incrível

slide-1
Sim, ele é de verdade! As fotos do médico Jeffry Live já correram o mundo e sempre deixa pessoas de queixo caído. Ele faz musculação e bicicleta ergométrica diariamente. Três vezes por semana pratica pilates — para manter a flexibilidade — e, duas vezes, artes marciais. A entrevista abaixo foi consedida à Veja- São Paulo ano passado (salvo erro). O homem modificou sua vida aos 59 anos, quando estava prestes a ter um ataque cardíaco. Desde então ele é um dos principais ícones do envelhecimento saudável no mundo inteiro. Life defende a reposição hormonal, dieta adequada e exercícios diários como a melhor forma de envelhecer com saúde. O site dele está AQUI.
1) A medicina antienvelhecimento foi proibida no Brasil, de modo que hormônios não podem ser prescritos para pacientes que não tenham uma deficiência específica. Isso significa que um paciente com pouca testosterona, mas com níveis compatíveis para sua idade, não é considerado apto para receber reposição. O que o senhor pensa a respeito?
Isso é um pensamento antiquado. Essa recomendação foi feita por pessoas que não estão familiarizadas com a literatura que tem sido produzida nos últimos dez anos. Um homem de 70 anos deveria ter um nível de testosterona de um homem de 35, 40 anos. A razão é que isso melhora sua saúde, reduz os riscos de câncer — até câncer de próstata — ataque cardíaco, derrame, diabetes e outras doenças. Nós sabemos hoje que homens que têm níveis baixos de testosterona têm baixa qualidade de vida, perdem massa muscular e força e vão custar para a sociedade mais dinheiro do que se nós cuidarmos deles e colocarmos seus níveis hormonais onde eles devem estar para pessoas mais novas e saudáveis.
2) Uma das hipóteses levantadas por endocrinologistas é que, à medida que você envelhece, seus níveis de hormônios diminuem porque o corpo não pode mais lidar com a mesma quantidade de hormônios, então essa redução seria benéfica.
A causa de morte número um nos EUA são ataques cardíacos. Em segundo lugar, derrames. E níveis baixos de testosterona colocam os homens em grande risco de ter ataques cardíacos, derrames e doenças cardiovasculares. Não há literatura que mostre que quando nós envelhecemos nossos níveis de hormônio devem diminuir, que isso é parte do envelhecimento saudável. É colocar as pessoas em risco para todas as doenças relacionadas com o envelhecimento, que estão matando a maior parte dos americanos e eu tenho certeza que brasileiros também.
3) Muitos médicos que não são a favor da terapia antienvelhecimento afirmam que é natural ter baixos níveis de hormônios quando se envelhece e a suplementação só é recomendada para aqueles que apresentam sintomas.
Parte do processo de envelhecimento é que as pessoas desenvolvem doenças cardíacas, então se você seguir esse tipo de pensamento, por que fazer angioplastias e outros tratamentos, se é parte do envelhecimento? É um pensamento insano. Por que a gente deveria fazer qualquer coisa se é tudo parte do processo de envelhecimento e é natural? Ignorar os níveis de testosterona à medida que se envelhece é o mesmo que ignorar níveis de colesterol e pressão sanguínea. Nós precisamos tratá-los. Não temos que seguir os mesmos caminhos que nossos pais seguiram. A gente não deve se render a essa noção de que envelhecer é ficar doente, que é o que está acontecendo. Isso precisa parar e grande parte de impedir isso é fazer com que as pessoas não percam massa muscular, façam exercícios e comam corretamente. E corrigir suas deficiências hormonais porque isso faz muita diferença, faz toda a diferença. Eu não estaria sentado aqui te dizendo isso se eu não tivesse começado a terapia com testosterona dez anos atrás, Tenho 74 anos, eu provavelmente estaria morto, porque tinha doenças cardíacas. O meu programa, do qual eu falo no meu livro, reverteu isso. E uma grande parte disso é devido à terapia de reposição hormonal, especialmente testosterona.
4) Quais são os riscos?
Não há nenhum estudo que comprove algum risco e há um número imenso de estudos que mostra que níveis saudáveis de testosterona reduzem o risco dos homens desenvolverem câncer de próstata. Mais uma vez, é um pensamento antiquado. A medicina mudou, nós estamos seguindo em frente e pensar assim é impedir o que nós podemos fazer para ajudar os pacientes.
5) Qual é a situação da medicina antienvelhecimento nos EUA?
Existem duas organizações nos EUA, o grupo antienvelhecimento e o grupo de manutenção do envelhecimento, que é a Cenegenics, da qual eu faço parte. Eu acredito que o que nós fazemos é muito mais relacionado a saúde e bem estar. Agora estamos focados em doenças cardíacas, na prevenção de ataques cardíacos e derrames. O hormônio do crescimento é muito regulamentado. Nós fazemos muitos testes se temos um paciente que tem deficiência desse hormônio. Se ele não passar nos testes, a gente sabe que pode tratá-lo.
6) E quanto à testosterona?
Agora nós temos empresas farmacêuticas produzindo-a em cremes e em gel, vendendo na televisão, eu estou muito preocupado porque os fisiologistas vão prescrever isso e depois não fazer um acompanhamento do paciente, não farão todos os testes que nós fazemos a cada três ou quatro meses. Quando eu comecei na Cenegenics, há dez anos, a testosterona era um dos hormônios considerados ruins, como aqui no Brasil agora. Vocês estão dez anos atrás de nós. Mas agora há muitas evidência, e pesquisas que apóiam o uso de testosterona em pessoas envelhecendo. Os benefícios são incríveis.
7) O senhor acha que alguns médicos estão vendendo a medicina antienvelhecimento de forma exagerada, prometendo parar o tempo e rejuvenescer pessoas, e isso contribui para a formação de uma má-reputação a respeito dessa especialidade?
Sim, eu concordo. Sou contra usar esses hormônios para parar de envelhecer. Eu sou completamente a favor de utilizá-los para alcançar o que nós sabemos das pesquisas médicas, que eles ajudam a saúde das pessoas, melhoram a qualidade de vida e a habilidade de pensar. Não é antienvelhecimento, é envelhecimento saudável.
Fonte:
Revista Veja São Paulo
Anúncios

Sobre Leandro Osti
Licenciado em Educação Física pela UEL Mestre em Gestão do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa (FMH/UTL) Atua nas áreas de consultoria de gestão e marketing para academias, treinamento de professores para academias, treinamento personalizado e blogueiro Contato: acido.latico@yahoo.com

4 Responses to Conheça Dr. Life e seu físico incrível

  1. Deco says:

    De vida saudável ele não tem nada. A desculpa dele para tomar hormônio é a deficiência de hormônios. A velha tática exibida no documentário Bigger, Stronger, Faster*.

    Não tenho nada contra anabolizantes, eu mesmo já tomei. Mas ele tenta vender uma imagem que não é real.

    É a mesma coisa de mulheres com rostos quadrados em revistas de boa forma sugerindo dietas para o verão como motivo de seus corpos perfeitos…

    • Leandro Osti says:

      Eu gosto daquele documentário, acho que apresenta um ângulo diferente. Não entendi bem o que você quis dizer com “De vida saudável ele não tem nada”. O homem se alimenta bem e pratica exercícios regularmente. E toma hormônios porque já é um senhor idoso. Ele acredita que essa talvez seja a melhor forma de envelhecer. Eu só tenho 30 anos e não vou opinar nessa área, mas acho que as fotos do antes e depois dele falam por si. Obrigado pelo comentário, é sempre bom ler opiniões diversas.

      • Deco says:

        Eu sinto que aquele documentário de certa forma é a opinião de quem defende o uso dos anabolizantes, mas gosto bastante! Principalmente da parte que se fala sobre os anabolizantes e os jogos olímpicos.

        Sobre o Dr. Life quis apenas levantar a dúvida se ele estaria fazendo a reposição hormonal do Ronnie Coleman… :) Tem uma entrevista com ele, onde fica clararamente desconcerto ao falar sobre a reposição dele. A propósito, ele trabalha com isso, e o corpo dele é a maior propaganda de seu negócio.

        Queria deixar bem claro, que não sou contra anabolizante… para mim o único problema dele é a dependência psicológica a qual tento me livrar…

        Queria deixar um sugestão para vocês do papo de maromba: agora que o projeto Zyzz está acabando. Deveriam pegar o Frangolino como cobaia e colocar ele no “shape”. Projeto “Ser Humano”.

        Abraço e parabéns pelo trabalho!

      • Leandro Osti says:

        Cara, de uma coisa eu tenho certeza. O Dr Life não usa doses terapêuticas de hormônios. Ele deve tomar litros, acho que é algo tipo Coleman como vc disse. A dependência psicológica sem dúvida é um dos principais problemas relacionados aos anabolizantes.

        Cara, eu rachei de rir aqui kkkkkkkkkkk. Projeto “ser humano” foi demais kkkkkk. Obrigado por comentar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: