Hiperplasia?

O leitor Vítor questionou sobre a minha posição sobre este tema.  Vamos relembrar a galera sobre o assunto.

Hipertrofia é o aumento do tamanho da fibra muscular.

Hiperplasia é o aumento do número de fibras musculares que compõem o músculo.

Dito isso, muita gente ainda acredita que a hiperplasia não existe. Sei que ela já foi documentada em animais, mas estou desatualizado quanto aos humanos. Acho até um assunto meio batido e se alguém quiser me enviar um artigo pra eu me atualizar eu resumo e posto aqui. Quanto à minha posição, existe sim e é estimulada por exercícios resistidos. Ou alguém aí acredita que um cara como o Ronnie Coleman apenas hipertrofiou suas células musculares? É muita hipertrofia pra pouca fibra, não acham?

Alguns treinadores também se referem aos powerlifters como exemplo. Fazendo poucas repetições visando a força, a hipertrofia é menor. Porém esses indivíduos muitas vezes apresentam físicos grandes e sólidos como rochas. Será que aquela força toda vem apenas do potencial de ativação neuromuscular? Acho improvável. Hiperplasia sim!

Qual é o melhor treino para Hipertrofia?

alan kowalski leandro osti acido latico papo de maromba

Esse foi um dos programas mais legais que já gravamos. Se você tivesse que escolher um único treino para o resto da vida, qual seria? No final tem o bônus Whey VS Bomba.

https://www.youtube.com/watch?v=MoAw48JaZlQ

Laudos laboratoriais de suplementos

felix laudos de suplementosTodo mundo que compra suplementos geralmente faz isso de forma cega. Como saber se o whey que está no pote é mesmo proteína? Não sabemos!

Finalmente essa dúvida está sendo resolvida pelo amigo Felix Bonfim. Todas as marcas nacionais de whey estão sendo analisadas de forma independente por um grande e conceituado laboratório. Os potes são enviados inteiros e lacrados e tudo está sendo feito com a maior transparência possível e dentro da lei.

Os vídeos do Félix estão causando uma enorme polêmica e o desmoronamento de várias marcas que mentem sobre o que tem dentro de seus potes. Porém a verdade também está favorecendo as marcas honestas, que agora estão sendo coroadas pelo bom trabalho que realizam.

Convido a todos a acessarem o canal de vídeos dele no youtube e acompanhar essa cruzada contra um bando de vigaristas que mentem para todos nós consumidores.

Um grande abraço ao Félix e parabéns pela coragem e iniciativa. Estamos acompanhando!

Pergunta sobre o HIIT e o ganho de massa

Boa tarde.
Excelente seu blog.
Tenho uma dúvida sobre o HIIT. Ele é um treino de alta intensidade para queima de gordura, e sendo realizado com cargas pode se manter a massa magra e até aumentar.
Seria indicado realizar o HIIT durante o bulking, visando diminuir a gordura e manter a massa magra?
Ou acabaria sendo prejudicial ao treino com pesos?
A minha idéia seria: Treino com pesos segunda, quarta e sexta. HIIT terças e quintas.
Obrigado pela ajuda, um abraço.

R: Leonardo, sua pergunta é complexa. Vamos esclarecer alguns pontos:

  1. O HIIT não é realizado com altas cargas (peso). Ele  é feito em alta intensidade, o que nesse caso que dizer potência e velocidade. Os mais tradicionais exercícios do HIIT são a corrida, pular corda e burpees. Tudo feito na velocidade da luz, durante tempos que variam de 20 segundos a um minuto. Por esse motivo dificilmente você irá ganhar alguma massa significativa.
  2. Se for possível ganhar massa sem ficar parecendo um hipopótamo, melhor. A utilização do HIIT no bulking seria algo como “acelera e freia” ao mesmo tempo. Não recomendo.
  3. Na fase de ganho de massa (bulking) procuramos não gastar calorias de forma desnecessária e nem comer mais do que o necessário. É mais vantajoso controlar as calorias e ter um bulking razoavelmente limpo do que comer exageradamente e tentar balancear com o HIIT.

Sua teoria tem lógica, mas na prática acho bem complicado. Você teria que monitorar o gasto e a ingestão calórica de forma bem cuidadosa. Para crescer, temos que dar uma sobra de calorias ao corpo, e isso inevitavelmente vai ser armazenado como banha. Utilizando essa técnica do “acelera e freia” talvez os ganhos sejam muito pequenos para o esforço feito.

Mas, essa é só uma opinião. Não custa tentar.

Para quem não entendeu nada, neste link estão alguns de nossos artigo relacionados com o HIIT

Entrevista com Waldemar Guimarães

Em sua passagem por Londrina, o Mestre nos concedeu a entrevista abaixo. Queríamos agradecer a disponibilidade do Waldemar, que foi muito acessível e até deu umas risadas. Já acompanho a carreira desse treinador há mais de 10 anos e assistia seus vídeos em VHS (é meus amigos, a internet era muito diferente) e me ajudou muito a moldar o estilo de treino que pratico e passo aos meus alunos.

Sempre incentivo aos leitores do blog e espectadores do Papo a absorverem o máximo de informação das mais diferentes fontes (de qualidade, claro) a fim de moldar o próprio estilo. Afinal de contas, métodos de treino não passam de opiniões dos próprios treinadores. A opinião do Waldemar Guimarães sem dúvida deve ser levada na mais alta consideração.

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=hdrAbIn4vj8

A proposta da entrevista foi algo leve, saindo da mesmice treino e EAs. O Mestre tem um canal de vídeo com muitas dicas de treino e mais de uma dezena de livros publicados sobre treino, dieta, EAs e afins. Por isso não quisemos bater na mesma tecla, pois essas informações já se encontram vastamente publicadas (e copiadas) pelo Brasil afora.

 

Entrevista com o Mestre Waldemar Guimarães

Ontem participamos a convite do nosso amigo Gabriel Baú da palestra do grande Mestre Waldemar. O evento contou também com a bela e muito simpática atleta Francielli Cabral e com o nosso querido Ricardo Magalhães (que aos 55 anos ainda é o maior cara de Londrina).

No final, tivemos a oportunidade de gravar uma pequena entrevista com Waldemar, que você poderá conferir amanhã.

papo de maromba leandro osti acido latico alan kowalski waldemar guimaraes

Sensação de PUMP no treino

fit-girls-body-pump-sexy-gym-class-body-pump.jpgx_

Não é esse pump, galera.

O camarada Marcio Romanovich ta afim de dar um pump nos músculos:

E ai Leandro, tudo certo?
Gostaria de saber como faço para atingir o “pump” nos treinamentos, se é com mais peso ou mais repetições? Geralmente só consigo atingi-lo nos treinamentos de bíceps e tríceps que, curiosamente vem a ser os músculos mais desenvolvidos do meu corpo.
abraços

R: Rapaz, o pump tem tudo a ver com a alta repetição (dentro dos nossos padrões, por volta das 15). Inclusive tem um artigo legal sobre isso bem aqui no blog mas eu não to conseguindo encontrar.

O pump é aquela sensação de inchaço extremo, quando parece que a carne vai rasgar a pele. Segundo o artigo citado acima, conseguir um bom pump no fim do treino favorece a hipertrofia.

Vamos analisar isso na prática: O objetivo principal do treino de hipertrofia é fadigar o músculo, ou seja, buscar a falha mecânica onde não é possível realizar mais nenhum movimento (mantendo a execução bem feita). Quando chegamos ao fim do treino, não temos força para realizar uma série verdadeiramente pesada (pelo menos devia ser assim), porém ainda há algum resto de energia ali. Nesse momento é interessante usar mais repetições, pois assim terminamos de fadigar o músculo ao limite. O drop-set no final do treino também tem essa função. E o pump vem junto com a fadiga proporcionada pela alta repetição ou drop ou outra técnica semelhante.

%d blogueiros gostam disto: